Melhores Dicas para Jardinagem em Condomínio

Jardinagem e paisagismo em condomínio

Áreas comuns que são compartilhadas por residentes em condomínio e complexos de apartamentos estão lá para servir a uma finalidade – ou múltiplos fins – e agregar valor à propriedade.

Espaços comunitários deste tipo podem incluir estacionamentos, passarelas, parques infantis, campos de tênis, áreas de piscina, quadras de basquete ou áreas de churrasco.

Uma maneira de manter o condomínio bonito e atraente é investir em jardinagem e no design do paisagismo de áreas comuns. Lembre-se que as plantas e grama que você escolher para o paisagismo deve ser nativo da sua área. Elas exigem pouco esforço, e continuará a crescer e prosperar sem uma conta de água alta ou outras mudanças necessárias. Eles são fáceis de cuidar, o que ajuda a mantê-los bonitos, e pode significar que você ou a pessoa responsável pela manutenção não terá muito trabalho para manter atraente.

Um gramado crescido prejudica o visual do condomínio, então é importante mantê-lo aparado. O mesmo vale para os arbustos, árvores e folhas secas espalhadas no gramado.Mas, o paisagismo fantástico geralmente só ficará fantástico se você realizar manutenção regular, incluindo limpeza, plantação, poda e corte.

Criar um plano de manutenção para o condomínio, como cortar, mulching e aparar, é extremamente importante para manter os inquilinos, visitantes e proprietários felizes. O ideal é a manutenção de rotina deve ocorrer a partir do meio do dia até o início da noite, período que a maioria dos inquilinos ou residentes estão trabalhando.

Um fator que influencia a frequência de serviço é o tipo de grama plantada no condomínio. Certas gramas crescem mais rapidamente e requerem mais água do que outras. O mesmo princípio vale para o tipo de flores e outras vegetações que compõe o paisagismo do condomínio. É importante se certificar a quantidade de água que as plantas necessitam, para estabelecer um cronograma de irrigação. Ter um sistema de irrigação por gotejamento instalado em canteiros perto de passarelas também pode ajudar a gerenciar com precisão a rega das plantas.

Considere manutenção não-rotineira. Devido às temperaturas quentes e úmidas que o verão oferece, procure regar a grama e outra vegetação durante o período de nascer do sol ou a noite, desta forma você garante que as plantas não vão queimar durante o calor do dia.

Também é preciso estabelecer um cronograma para o controle de pragas e aplicação de fertilizantes. Do ponto de vista agronômico, é essencial que o condomínio receba tratamento antes do verão. Se os pesticidas e outras substâncias de controle de ervas daninhas forem aplicados à vegetação em temperaturas acima de 30º C, ela queimará a vegetação.

dicas-para-jardinagem-em-condominio-1 dicas-para-jardinagem-em-condominio-2 dicas-para-jardinagem-em-condominio-3 dicas-para-jardinagem-em-condominio-4

dicas-para-jardinagem-em-condominio-5





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *